terça-feira, 25 de agosto de 2015

Menta e Farinha de Milho contra a Acne

Seja durante a adolescência ou em qualquer idade, a acne é o principal problema das peles oleosas e mistas. Muito para além de inestético, pode tornar-se doloroso e até mesmo quistoso,  pelo que o melhor é evitar o seu aparecimento e combatê-lo aos primeiros sintomas. 

Existe no mercado uma grande variedade de esfoliantes, geralmente misturados em cremes, sabonetes ou géis de banho, e há quem use sal fino ou açúcar em alternativa. Tudo isto resulta muito bem no corpo. Mas quando se trata da pele do rosto, nem tudo serve o mesmo propósito.
A farinha de milho é a melhor opção para lavagem do rosto, dado a sua granulosidade ser compatível com a porosidade da pele, sobretudo se a nossa pele apresentar uma textura mais fina e clara.

A farinha é adicionada ao sabonete no momento da lavagem, sendo que esta deve ser feita com movimentos circulares, de forma a remover as células mortas. A pele fica macia, lisa, liberta de impurezas, causadoras de borbulhas e pontos-negros, e com um tom mais uniforme. Com a continuação, as manchas, se as houver, são atenuadas até ao seu desaparecimento total.

Apiagro
Há que ter em atenção o tipo de sabonete, que deve respeitar o p.H. da pele. Eu prefiro os sabonetes artesanais, feitos com recurso à Aromaterapia. Como as peles acneicas são, regra geral, oleosas, aconselho sabonetes que incluam citrinos, lúcia-lima, menta, alecrim, alfazema, eucalipto ou argila na sua composição. Deposito toda a confiança na marca Apiagro, de longe a melhor na relação qualidade/preço, pelo que a recomendo. 

Após a lavagem do rosto, aplicamos directamente nas zonas afectadas, sobre as borbulhas ou inchaços, óleo essencial de menta (Mentha piperita). Usado ao deitar, actuará durante a noite. Os resultado são visíveis logo no dia seguinte. Com este tratamento a pele cicatriza, sem deixar marcas, e a oleosidade diminui. Como efeitos secundários, a menta descongestiona as vias respiratórias, facilita o sono e alivia náuseas e dores de cabeça. 

Sem comentários:

Enviar um comentário