sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Um Samhain Aromático

O Halloween assenta num substracto cultural muito antigo, e mais não é do que a cristianização do Samhain, o Ano Novo celta, a noite em que todas as fronteiras são transpostas, data que na Antiguidade era assinalada pelo surgimento da constelação das Plêiades no firmamento.  

As crianças de hoje gostam do Halloween pelos doces, pelas mascaradas, pelas brincadeiras, desconhecem a sua origem e significado, procuram fantasmas vestidos com lençóis brancos, bruxas em vassouras e vampiros, razão pela qual os países do hemisfério Sul fazem festas de halloween na noite que para eles seria - e é - a de Beltane. Não existe prova maior de que o Halloween e o Samhain se tornaram festividades distintas nos tempos modernos.

Mas, longe de toda esta folia ruidosa, há quem ainda celebre o verdadeiro Samhain, quem se refugie no silêncio profundo da noite e abra a mente em busca dos que já partiram, dos que estão do lado de lá, dos que nos visitam nesta época tão extraordinária.

Óleos essenciais para a noite de Samhain, para usar em queimador ou em pot-pourri:

Cedro, pinheiro, erva-cidreira, verbena, mirra, tomilho, laranja, tangerina, sândalo, incenso, patchouli, canela, gengibre e cipreste.   

E para quem está no hemisfério Sul e celebra Beltane:

Gerânio, limão, rosa, ylang-ylang, jasmim, pimenta-preta, incenso, sândalo, baunilha, neroli, noz-moscada, cardamomo, pau-rosa e alecrim. 

Feliz noite de Samhain... ou de Beltane!

Sem comentários:

Enviar um comentário