terça-feira, 12 de setembro de 2017

Shantala - Palestra Gratuita

«[A massagem] é uma forma maravilhosa de encorajar mãe e bebé a tornarem-se mais próximos - a estreitarem os laços entre si. Tem vindo a ser demonstrado que a massagem melhora a circulação sanguínea, alivia as tensões musculares e contribui para fortalecer o sistema imunitário.»  

Dr. Lawrence Palevsky
Continum Center for Health and Healing/Beth Israel


Nos primeiros tempos de vida, o choro, o riso, as expressões faciais e o toque são os únicos instrumentos de linguagem de que o bebé dispõe para comunicar. No seu isolamento interior, a criança está vulnerável ao meio que a rodeia, e a protecção que recebe dos adultos, o conforto, o alimento e o carinho são cruciais para o seu desenvolvimento saudável, quer psicológico, quer físico. Nos dias de hoje, o estilo de vida imposto pelas sociedades ditas desenvolvidas tem vindo a valorizar cada vez mais o tempo e o dinheiro, relegando para segundo plano os afectos, a família e a alegria de viver. Como consequência, os pais perdem o crescimento dos filhos, e os filhos, ao perderem o contacto com os pais, perdem também o carinho por eles, desaparecendo por arrastamento a compreensão e o respeito mútuos. É uma história de perdas de parte a parte que culmina quase sempre em atitudes de medo perante o mundo, auto-rejeição e desvalorização da própria existência.

Quem dá uma ordem é obedecido com a cabeça, quem faz um pedido é obedecido com o coração. E nisto se baseia a Shantala, no fortalecimento dos laços de amor e respeito entre pais e filhos.

A massagem infantil veio preencher o vazio emocional gerado por questões laborais e sociais que afectam tanto as mães como os pais logo nas primeiras etapas da infância dos seus filhos. Através desta técnica simples, mas profunda, como nas palavras de F. Leboyer, os casais passarão a ter a desculpa perfeita para passarem mais tempo com os seus bebés, assistir ao seu crescimento e dotá-los de instrumentos psico-emocionais que os preparem para vida, como o sejam a auto-confiança e uma atitude positiva face ao mundo exterior.

«Descobrimos que os indivíduos vivem criativamente e sentem que a vida merece ser vivida ou, então, que não podem viver criativamente e têm dúvidas sobre o valor do viver. Essa variável nos seres humanos está diretamente relacionada com a qualidade e a quantidade das provisões ambientais no começo ou nas fases primitivas da experiência de vida de cada bebé.»

Dr. Winnicott, pediatra

Dia 30 de Setembro, pelas 19:30, vem conhecer um pouco melhor esta massagem numa palestra gratuita que terá lugar no Espaço Metamorphoses, Parede, Cascais.

Sem comentários:

Enviar um comentário